Considerações aos leitores.

Uma janela de minha vida está aqui, nada mais é que uma simples forma de expressão. Poesias e momentos atuais serão postados. As portas estão abertas para todos vocês.


Muito grato pela visita.



Rafael Echeverria.


terça-feira, 20 de julho de 2010

ALGO PARA ALGUÉM.


Sentimentos apurados.
De um homem suspirado.
Deliciou-se do amor.
A quem mais confiou.

Acorrentou-se.
De onde jamais superou.
A forca do encanto.
Em sua vida predominou.

Encontrou-se no espanto.
Da mulher que o amou.
Sentiu-se sem encanto.
Jamais recuperou.

Alegria de viver.
Perdeu, se afundou.
De repente, um dia acordou.
Olhou-se nos olhos, re-viver concordou.

Certo dia voltou e tentou.
Mais uma vez.
O sol o abandonou.
Uma princesa feiticeira.

Foi o que pensou.
Mas na realidade.
Nada mais significou.
Sua vida desde então.

Voltou e melhorou.
Pelo menos nos teus dias.
Ninguém mais o xingou.
Quem perde com isso?

Pergunta pra quem provocou.
Passar fome um dia.
Jamais passou.
Sabes que o mundo, girando contornou.

Quem sabe eu me refira.
A quem duvidou.
Que o homem re-viveu.
Das cinzas se amou.

A vida è assim.
Pra quem pensa que terminou.
Não deixes de pensar em mim.
Fui eu quem te apresentou.

O melhor da vida.
Este homem muito te amou.
Não te esquece que a vida.
Foi Deus quem presenciou.

Perdestes o homem que ninguém duvida.
Outro amor ele criou.
Agora que esta vivendo a vida.
Nosso encontro terminou.

Sinto muito tua falta.
Imagina quem o causou.
Teu beijo ficou na esquina.
Pro próximo que encontrou.

Nenhum comentário: