Considerações aos leitores.

Uma janela de minha vida está aqui, nada mais é que uma simples forma de expressão. Poesias e momentos atuais serão postados. As portas estão abertas para todos vocês.


Muito grato pela visita.



Rafael Echeverria.


terça-feira, 26 de abril de 2011

POR SABOR.


Acordo pela manhã e procuro você.
São momentos sem razão...
Vão além da imaginação.
Simples como uma benção.

Adoro chamar você.
Existem motivos para estar aqui.
Alguns para sempre, outros não...
Continuemos a cantar nossa canção.

Não deixemos que seja em vão.
Mas como irei fazer você feliz?
Apenas sorrirei para você com paixão.
Para quem dedicarei meu coração.

O amor é muito bonito.
Por que não o vê?
O vidro quebra, sem ao menos escurecer...
Por que não é infinito.
Nem perde o sabor.

EVOLUÇÃO.


Ah! Estou como tem que ser.
Já está na hora da paz sobreviver.
Num momento é a besta na outra, o homem.
É a evolução amor!

Ficam correndo como loucos livres.
Cheios de atrocidades e sem limites.
Estou vivo e ainda quero viver.
Manha de gloria tem que aparecer.

Defeitos do ser. É! É a evolução amor...
Já não vejo o que se tem a fazer.
Desaparecer, ou conviver?
Isso sim vou bem dizer.

Sejam os lugares que for.
Viveremos no meio da irresponsabilidade.
E sem a menor estabilidade.
Nada disso é adequado!

Quero apenas alcançar o outro lado do rio.
Pouco a pouco preencher o vazio.
Sobre tudo porque, nem tudo está perdido.
E ainda existe o suspiro...

segunda-feira, 25 de abril de 2011

DESPERTAR SEM EXIGIR.


Existem coisas que esperamos a vida inteira.
Viramos a noite, perdemos dias...
Tudo para acordar e ver que este momento deu certo.
Mas ainda a muito que se aprender.

Andei cantando outro dia para ver se algo clareava.
Falta muito pra crescer.
O vazio jamais poderá se preencher.
É demais para ver.

Sonhei que estava morto, mas é cedo, tenho muito que permitir.
Aprender a conviver e agir.
Despertar sem muito exigir.
Escalarei montanhas, pois o caminho é persistir.

Viverei novas experiências e não deixarei de lado a vida.
Não vou esperar até amanhã para ser feliz.
Deixarei que a luz me tire da solidão.
Eis minha palavra, minha consolação.

MULHER.


Mulher... Se sobressaia, pois você é o bem de se apreciar!
Ando te observando, te admirando e desejando teu corpão...
Chega devagarzinho, me mostra que tens razão.
É espetacular, seu gosto, sua compaixão!

Mulher... Mas que belo olhar!
Deixa-me sem jeito pra te abraçar.
Comecei, terei que me preocupar.
Beijos! Beijos para me deliciar!

Mulher... Abriu teu espaço para mim, agora não fica com medo não.
Deu-me está honra, nem tem mais o que falar.
Aproveitaremos, tornou-se nossa benção.
Mulher vai viver um sonho que não termina não.
Ah! Mulher...

SUSPIRA.


A palavra em mim surgiu.
Você veio e beijou.
Ali então dormiu...
Retirou-se, mas eu fiquei.

Não sabe compartir.
Não sabe pedir perdão.
Agora sei como a de ser.
Fiquei um tanto sem razão.

As folhas brotam quando o vento passa feito furacão.
E mais uma vez, sofri pela tal ilusão.
E agora amor? Cadê a explicação?
Fez tudo parecer uma traição.

Mas eu ainda hei de viver de alegria.
Suspira, suspira...
Minha energia me contagia.
E as estrelas brilharão num leve toque de magia.
Amor! Suspira, suspira... Suspira!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

ANJOS DA MINHA VIDA.


Mais um dia passou, que pena, terminou.
Começou tranqüilo, tímido, mas aumentou.
Importante, eu soube como sou.
De repente, o sonho se concretizou.

Foi simples, simples...
Um telefonema a um amigo que me ajudou.
Meus sobrinhos amados, meu dia eu lhes dou.
Não sabe o quanto me fazem feliz.
Seu tio emocionou.

Que maravilha de dia!
Repetiremos tão logo, que nem se imagina.
Espero que tenham gostado se não, melhoraria.
Claro estou brincando, faltou-lhes uma titia.

Celebremos este fim de semana, pois terminamos em família.
Saudemos, riremos, desfrutaremos a sua companhia.
Sinto-me feliz, lembrarei deste dia.
Com muito amor, com muita alegria.
Do tio de vocês, anjos de minha vida!

APRENDIZ CONTENTO.


Entendo bem o que significa partir...
É um sinal que as travessuras já não têm pernas.
Que já não tem mais como seguir.
O sangue erra de veia e se perde.

Ah! Mas o importante é impedir que se torne uma diretriz.
Não precisa atuar como uma atriz.
Observa bem e escuta quem o diz.
Sinônimo de inteligência, eis nosso aprendiz.

Argumentos de tempo em tempo.
Meio sem jeito, mas sei que assim não agüento.
Recupere seu momento, seu contento.
Assim te garanto, esse é o momento.

Descubra-se, equilibre-se, aprimore-se...
Faz mais feliz o teu tormento.
Para que ele não venha rangendo.
Hoje entendo o que não sustento.

COMIGO MESMO


Com amor, comigo mesmo!
Eu vivo com minha reflexão.
Não há ninguém mais, então, tomo minha própria direção.
Farei tudo somente por mim.

Com amor, comigo mesmo!
Eu posso seguir diferentes caminhos.
Mais irei sentir somente em mim.
Não tente me completar.

Com amor, comigo mesmo!
Eu não preciso de ninguém.
Afinal de contas, eu continuo vivendo.
E isso é um presente.

Com amor, comigo mesmo!
Eu consigo sentir, sem precisar de alguém.
Eu consigo a perfeição.
Nem precisam fazer nada por mim.

Com amor, comigo mesmo!
Eu consigo ser para sempre!
E ainda continuo vivendo.
Não é um presente?
Com amor, comigo mesmo...

O MEU ATUAL EU.



São tempos gloriosos.
Cheio de amor e sem remorsos.
Vivenciando o dia-dia, sem receio perigoso.
Comemorando este tempo novo.

Ah! Como tem sido maravilhoso!
Amanheço feliz e dengoso.
Muitos carinhos eu ganho a rodo.
O tempo é curto, mas eu brinco um pouco.

Sem muito esforço faço um esboço.
Não parece antes.
Quando ia ao fundo do poço.
Hoje nem sei o que é isso moço.

Aprendi que nada disso te faz pouco.
É preciso crescer, sem apelar por reforço.
Pra seguir adiante, como sonhos de um corajoso.
Que nunca se rende aos encantos de um porco.

Espantei as noites que não dormia.
Que alucinava meu sono durante o dia.
Fiz tantos planos, agora só os fiz mudar.
Encontrei tempo pra me encontrar, e nada vai me fazer perder.
Encarei, pra não mais esquecer.

O QUE SE APRENDE.


Aprendi que na realidade, o amor tem que aprender.
Que nem sempre há de se esconder.
Amor dura sem tremor.
Se terminar, por que incentivou?

Sua pureza determinou.
O que ainda nem começou.
Procurando ainda estou.
Meu amor, agora eu sou.

Esperando-te, o tempo ainda não parou.
Ao te encontrar, beijar-te vou.
Amor meu, nunca levou.
Recomeçando sim, estou.

Pergunte-se como meu coração te escapou?
Sinceramente, nem sei como durou.
Pois você é o amor que sempre foi em vão.
Você desiste diante o desespero e a solidão.

Nada existe pra você que insiste em você.
Compartilha um pouco do bom que há em você.
Experimenta, não vai se arrepender.
Algum dia ainda irei ensinar como é vencer.

MI TIEMPO.


O tempo destrói muitas coisas...
Constroem outras.
Satisfaz algumas perdas.
Inventa varias e cura certas feridas.

Só quem passa por algo para sentir como é.
Só quem abre o peito para saber o que se quer.
Imagine como quiser...
Mas assim é o tempo, assim é viver.

O passado fica para trás.
Como aquele momento em que uma pessoa te satisfaz.
E o futuro fica em nossa mente.
Mas na realidade está sempre ausente.

Nosso presente é aquilo remete em nossa mente.
O que construímos no meio de tantas sementes.
Obtendo conhecimentos que nos surpreendem.
Querendo, ou não, nos favorecem.

De tantos problemas, tantas dores, tantas serpentes.
Tiremos algo, que de repente...
Transforme-nos no que desejamos hoje e sempre.
Equilíbrio na mente e amor no coração de quem sente.
O tempo e sua corrente...

MINHA VERSÃO


È tempo de acordar, exprimir e comemorar.
Superar pra recordar.
Bondade falta, nem precisamos falar.
Existem dias que não precisamos reclamar.

Que sirva de lição á aqueles com quem estão.
Fique tranqüilo e ajude então.
Pense como disse nada é em vão.
Felicidade existirá então.

Agora, aguardo o momento de vê-los.
Irmãos...
Preciso dizer, estão no meu coração.
Logo comigo aprenderão.

Eis um pouco da minha versão.
Que às vezes, me derruba no chão.
Sigo em frente...
Pois não desisto não.

Aguardo respostas, vindas do meu guardião.
Simplesmente, viu e não fez nada não.
Perdi-me na contramão.
Brincadeiras a parte, finalizarão.

CONCORDEMOS.


Concordemos que novidades virão.
Desastres acontecerão...
Multidões se perderão...
Guerras devastarão...

Esperança então, não se perde não.
Tristeza, não tem fim não.
Amor, encosta na minha mão.
Emoção envolvida de compaixão.

Um trocadinho para que não pare não.
A vida continua, não siga em vão.
Conquistemos respeito então.
Caminhemos juntos como uma verdadeira nação.

Concordemos, seria um vidão.
Acredite e então, vencerão.
Ame, viva com emoção.
Perdoe, sentimentos virão.

Agradeçam, melhor viverão.
Acredito em vocês.
Sei que retribuirão.
Acreditem na minha versão, vem do fundo do coração.

DAS MELHORES


Na nossa vida, nada passa em vão.
Pessoas, momentos, decepções...
Tudo vai ao seu encontro, porém, sem sermão.
Mas a vida é assim, uma continuação.

Aproveitemos os dias, as tardes, ás noites...
Sem entrar na contramão.
Não desista facilmente de viver uma paixão.
Acredite em você e tenha compaixão.

Considero essa poesia uma das melhores.
Mas não chega a ser uma perfeição.
Acompanho meu corpo com muita devoção.
Estou melhor, agora não estou triste não.

Penso apenas, que devia ter dito então.
Que o mundo, precisa de atenção.
Concordemos, não é fácil não.
Abramos os olhos meus irmãos.

Sinto-me obrigado em acordar.
Para que a vida não passe em vão.
Que horas são?
Acordemos! Ou tempo perdemos então.
Meu beijo, eis a tua sensação.