Considerações aos leitores.

Uma janela de minha vida está aqui, nada mais é que uma simples forma de expressão. Poesias e momentos atuais serão postados. As portas estão abertas para todos vocês.


Muito grato pela visita.



Rafael Echeverria.


segunda-feira, 18 de abril de 2011

O QUE SE APRENDE.


Aprendi que na realidade, o amor tem que aprender.
Que nem sempre há de se esconder.
Amor dura sem tremor.
Se terminar, por que incentivou?

Sua pureza determinou.
O que ainda nem começou.
Procurando ainda estou.
Meu amor, agora eu sou.

Esperando-te, o tempo ainda não parou.
Ao te encontrar, beijar-te vou.
Amor meu, nunca levou.
Recomeçando sim, estou.

Pergunte-se como meu coração te escapou?
Sinceramente, nem sei como durou.
Pois você é o amor que sempre foi em vão.
Você desiste diante o desespero e a solidão.

Nada existe pra você que insiste em você.
Compartilha um pouco do bom que há em você.
Experimenta, não vai se arrepender.
Algum dia ainda irei ensinar como é vencer.

Um comentário:

Anônimo disse...

então venha a mim.Ninguém te instigou ultimamente?