Considerações aos leitores.

Uma janela de minha vida está aqui, nada mais é que uma simples forma de expressão. Poesias e momentos atuais serão postados. As portas estão abertas para todos vocês.


Muito grato pela visita.



Rafael Echeverria.


segunda-feira, 25 de abril de 2011

SUSPIRA.


A palavra em mim surgiu.
Você veio e beijou.
Ali então dormiu...
Retirou-se, mas eu fiquei.

Não sabe compartir.
Não sabe pedir perdão.
Agora sei como a de ser.
Fiquei um tanto sem razão.

As folhas brotam quando o vento passa feito furacão.
E mais uma vez, sofri pela tal ilusão.
E agora amor? Cadê a explicação?
Fez tudo parecer uma traição.

Mas eu ainda hei de viver de alegria.
Suspira, suspira...
Minha energia me contagia.
E as estrelas brilharão num leve toque de magia.
Amor! Suspira, suspira... Suspira!

Nenhum comentário: