Considerações aos leitores.

Uma janela de minha vida está aqui, nada mais é que uma simples forma de expressão. Poesias e momentos atuais serão postados. As portas estão abertas para todos vocês.


Muito grato pela visita.



Rafael Echeverria.


quarta-feira, 7 de abril de 2010

DESPERTARIA.

Convenhamos que o amor já passe por um lado.
Um lado desconhecido e estranho.
Uns sentidos tão distintos, pacatos.
Foi-se o tempo do romantismo, da conquista, da ternura.

Entra o tempo da amargura.
Frio? Não, impiedoso.
Aos fracos não resta vez, não resta sensatez.
Onde um dia ocorreu confinamento, não passa de mais um tempo.

Qualquer que seja o invento.
Para trás então o contentamento.
Acordaremos quem sabe um dia.
E nos olharemos bem para dentro.

Aconteceu um dia.
Já não tenho mais sentimentos.
Então conheço Maria.
Não è quem eu pensaria.

Tento encontrar vinda adentro.
È, hoje não foi de novo meu dia.
E lá mais uma vez meu amigo diria.
Que a vida mudaria.

Até onde vamos imaginar.
Que um dia tua flor em mim despertaria.

Nenhum comentário: